Relacionamentos

O que as novas mães precisam saber sobre a aptidão pós-parto

O que as novas mães precisam saber sobre a aptidão pós-parto



We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Se você está procurando iniciar (ou retomar) sua rotina de exercícios, tonificar seu corpo pós-parto ou apenas quer um tempo na academia, uma coisa é certa - malhar depois de ter um bebê é um jogo totalmente novo.

Como seu corpo passou por grandes mudanças físicas durante a gravidez, o nascimento e o pós-parto, é provável que tudo pareça, sinta e tenha um desempenho um pouco diferente durante os treinos iniciais após o nascimento do bebê. (O que, BTW, deve acontecer somente após o recebimento da autorização do seu OB / GYN!)

Mas se você estiver pronto para voltar ao jogo e precisar de um pouco de orientação, temos uma solução. NOIVAS conversou com Emily A. Bessemer, fisioterapeuta da área da saúde da mulher especializada em cuidados pós-parto e instrutora de ioga pré e pós-natal para obter dicas de especialistas.

Não tenha pressa

A vida do bebê pode fazer com que tudo pareça estar se movendo a uma velocidade vertiginosa, mas é imperativo que você não apresse as coisas quando voltar a malhar. "Se você tiver um momento em que sente vazamento ou peso na pélvis, pare - espere um pouco e tente novamente mais tarde", diz Bessemer. Em particular, as mães que amamentam podem achar que não conseguem se exercitar tanto ou por tanto tempo quanto antes. "Todo o tecido da pélvis leva mais tempo para se" firmar "novamente e se recuperar", diz Bessemer.

Potenciais alterações físicas

Seu corpo acabou de passar por uma transformação incrível e rigorosa, e retomar seus exercícios pode desencadear outras alterações ou alertá-lo para alterações que você não havia notado anteriormente. Bessemer diz que existem alguns sentimentos naturais e normais, como fadiga geral, e que dar ao seu corpo mais tempo para se recuperar ajudará tudo a se acalmar. No entanto, existem algumas condições comuns em puérperas que requerem ajuda extra.

"Distensão abdominal com dificuldade para envolver os músculos, fraqueza no assoalho pélvico - como vazamento urinário ou peso generalizado - essas coisas são realmente comuns, mas não normais", diz Bessemer, exortando aqueles que experimentam esses sintomas a trabalhar com um fisioterapeuta do assoalho pélvico.

Áreas Musculares de Foco

Após 10 meses de gravidez e a loucura de criar um filho, você pode querer voltar a se exercitar para se sentir melhor e mais em forma. Não há nada de errado nisso. Mas também existem áreas do corpo que precisam ser reconstruídas com segurança após a gravidez.

Bessemer diz para se concentrar no transverso abdominal, uma fina camada muscular que age como o espartilho de nosso núcleo para apoiar e estabilizar sua coluna vertebral, que também é um dos principais apoiadores de nossos órgãos abdominais e pélvicos. "Você também quer abster-se de conter ou prender a respiração", diz Bessemer. "Atividades que usam o diafragma para ajudar nas contrações musculares, como ioga ou pilates, podem ser ótimas."

Principais movimentos para tentar

Bessemer sugere os seguintes movimentos como boas opções de treino de transição para mães após o parto.

Ђў Respiração quadrada: Inspire 4 segundos, segure 4 segundos, expire 4 segundos, segure 4 segundos

Ђў Órtese abdominal com elevação da cabeça: Usando as mãos ou um lençol para unir as laterais do tronco, levante apenas 1 polegada do chão, levante a cabeça e expire. Mantenha a respiração expirada e descanse.

Ђў Órtese abdominal com calcanhar: Repita o procedimento acima, mas em vez de levantar a cabeça, deslize os calcanhares pelo chão enquanto envolve os músculos abdominais.

Ђў Ativação abdominal transversal com joelho 90/90: Dobre os joelhos sobre os quadris em um ângulo de 90 graus. Com a cabeça abaixada, pressione as mãos nos joelhos e os joelhos nas mãos e segure (enquanto respira!) Por dez.

Sinais de aviso

A gravidez, o parto e a criação de um bebê podem afetar as novas mães, tanto emocional quanto fisicamente, e é natural e compreensível que as mães queiram voltar à sua forma pré-bebê o mais rápido possível. Mas é imperativo que as novas mamães estejam atentas aos sinais de alerta antes, durante e depois dos treinos.

Bessemer especifica que tonturas, aumento ou sangramento vaginal, pressão ou dor pélvica forte e vazamento urinário são sinais de que você deve descansar e entre em contato com um profissional médico.

Veja mais: O que você precisa saber antes de começar a malhar após o bebê

Melhor conselho

"O exercício não só é importante para a saúde e bem-estar, mas também é incrivelmente importante permitir que a mãe consiga boas endorfinas e hormônios que possam ajudá-la a lidar com os novos desafios que a vida pós-parto pode trazer", diz Bessemer. - Uma nova mãe precisa de exercícios suaves para se recuperar, mas também deve se permitir relaxar quando for necessário!

É a última parte que é fundamental. Acima de tudo, lembre-se do passeio maluco em que esteve e tente permanecer paciente.

"Não se pressione para atender a expectativas malucas de" recuperar seu corpo "", diz Bessemer. - Você fez algumas coisas incríveis e é muito mais forte do que qualquer exercício jamais poderia ter feito. Se tudo mais falhar, apenas respire.